De Fronteira a Cabeço de Vide em ecopista.

Já é possível pedalar neste troço do antigo ramal ferroviário que ligava Estremoz a Portalegre.


Ecopista de Portalegre, entre Fronteira e Cabeço de Vide.



A Câmara Municipal de Fronteira acabou de remodelar parte do pavimento do antigo Ramal Ferroviário de Portalegre, corredor que pertencia à antiga Linha de Évora.


Desactivado desde 1 de Janeiro de 1990, este corredor ferroviário tem recentemente despertado o interesse dos diversos municípios que atravessa entre a cidade de Estremoz e a estação de comboios de Portalegre - ainda em actividade - na Linha do Leste, como infraestrutura com elevado potencial turístico para a captação de viajantes em bicicleta.



Para toda a família


"... este é um passeio para toda a família, com as inclinações a nunca ultrapassarem os 2.5%. O próprio acumulado de altitude é reduzido, com as cotas a variarem entre os 180 e os 250 metros"

Já estão recuperados cerca de 15 km, precisamente os que ligam as antigas estações de Fronteira e de Cabeço de Vide, também elas alvo de intervenção.


Antiga estação de comboios de Fronteira.


Publicidade

CAMPANHA DE ANGARIAÇÃO DE FUNDOS


Está a decorrer uma campanha de angariação de fundos (crowdfunding) para financiar a identificação de 500 novos quilómetros para serem englobados no início de 2021 na Rede Nacional de Cicloturismo.

Participe no crescimento da Rede Nacional de Cicloturismo e receba a sua recompensa.

Mais informação em https://ppl.pt/ecovia


Com um pavimento em macadame e gravilha fina - a permitir inclusive o afloramento de alguma vegetação - este é um passeio para toda a família, com as inclinações a nunca ultrapassarem os 2.5%. O próprio acumulado de altitude é reduzido, com as cotas a variarem entre os 180 e os 250 metros, sendo o ponto de cota mais baixa a passagem pela Ponte sobre a Ribeira Grande, uma belíssima construção em pedra.


Ponte sobre a Ribeira Grande, ainda com carris.

Foto retirada do Google Earth.


A C.M. de Fronteira está já a prolongar estas obras para sul da vila, estimando-se que no final sejam mais de 20 km de infraestrutura pronta a receber os amantes dos passeios e viagens a pedal.


Todos os cruzamentos com as vias de tráfego automóvel estão identificados com sinalização adequada bem como obstáculos para evitar a entrada dos veículos automóveis neste corredor exclusivo a peões e ciclistas.

Existem alguns bancos ao longo do percurso, mas infelizmente nenhum ponto de água, café ou sequer caixotes do lixo. Existe porém iluminação junto das povoações.


Ecopista de Portalegre, entre Fronteira e Cabeço de Vide..


Com envolventes cénicas típicas do Alentejo, nomeadamente grandes herdades com vinhas, searas e olival, esta é uma infraestrutura que irá ser incorporada em breve na Rede Nacional de Cicloturismo, na Ecovia 4, secção 4.16. Pode ver mais informações no Mapa Geral da Rede Nacional de Cicloturismo aqui »


Ecopista de Portalegre, próximo de Fronteira.


* Fotos captadas por Marcin Fraszczak, excepto onde indicado.


1,066 visualizações

JUNTE-SE A NÓS

Receba as últimas notícias e actualizações

Contacte-me

Sendo o coordenador deste projecto, terei todo o gosto em responder às suas questões

EMAIL

© 2020 by Ecovias de Portugal. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now